Núcleo virtual da Rede de Memória do IBGE. Divulga publicações, vídeos, instrumentos de pesquisa, sínteses históricas, depoimentos e demais produtos de memória empresarial construídos pelos servidores do IBGE

Nota técnica

Eleger marcos históricos para sintetizar a trajetória de uma instituição quase octogenária demanda opções sempre subjetivas sobre o que será incluído e o que não será abordado. Os critérios utilizados pela Equipe de Memória Institucional para enfrentar um desafio dessa envergadura obedeceram a um princípio basilar: apresentar, em linguagem acessível e em espaço reduzido, um panorama da história do IBGE que refletisse todas as suas dimensões. Ou seja, as difíceis escolhas dos marcos cronológicos que deveriam ser omitidos foram sempre subordinadas à necessidade imperiosa de contemplar tanto a história das atividades estatísticas quanto das atividades geocientíficas do órgão ao longo de mais de sete décadas. Mas julgamos imprescindível incluir também os episódios mais emblemáticos das mudanças na estrutura organizacional do IBGE, de sua rede de coleta, de sua faculdade (a ENCE) e dos regimes de trabalho e formas de organização de seus trabalhadores.

Também mereceu cuidado especial a seleção das imagens apresentadas ao lado dos textos sobre os episódios e processos históricos incluídos na linha do tempo. A iconografia foi utilizada não apenas como mera ilustração do texto em si, mas sim como um tipo específico de texto (não escrito), que frequentemente assume dinâmica narrativa própria e/ou complementa informações que não foram explicitadas no curto espaço disponível para expressá-las por meio de palavras. Não raro, por exemplo, a imagem associada ao “verbete” de determinado ano foi produzida em momento posterior. Por todos esses motivos, as legendas das imagens, além de atribuir os devidos créditos aos respectivos autores (quando isso foi possível) e de identificar as fontes de onde foram reproduzidas, também buscaram servir de guia de “leitura” desse “texto” visual.

Nós estamos cientes dos riscos que assumimos ao fazer tais escolhas e, por isso mesmo, contamos com a colaboração dos usuários do site para melhorar o resultado final. Por exemplo, se você vir uma fotografia em que uma pessoa ou evento retratado não estiver identificado, e você souber de que(m) se trata, colabore conosco para melhorar a qualidade das informações disponíveis. Do mesmo modo, se você identificar uma data ou nome incorreto, pedimos que nos comunique. Em suma, se você tiver qualquer correção, alteração, inclusão, crítica ou sugestão a fazer sobre essa linha do tempo (ou sobre qualquer outra informação disponibilizada no site Memória IBGE), por gentileza nos envie um e-mail indicando a informação a incluir ou substituir e a respectiva fonte dos dados informados, para que possamos incorporá-los após confirmar a sua exatidão: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. A Equipe de Memória Institucional do IBGE expressa antecipadamente os seus agradecimentos por qualquer contribuição enviada para incrementar a qualidade do site.

Observação: Devido a limitações de espaço, alguns dos anos elencados como marcos cronológicos na linha do tempo reúnem mais de um acontecimento ou processo histórico no mesmo “verbete”. Palavras, expressões ou nomes destacados em negrito assinalam a qual evento ou processo cada parte do “verbete” faz referência.


Créditos

Texto e seleção de imagens

 
Equipe de Memória Institucional (CDDI/GEBIS)
 
Leandro Malavota
Luigi Bonafé
Vera Abrantes
 

Levantamento de dados e pesquisas bibliográfica e iconográfica

 
Equipe de Memória Institucional (CDDI/GEBIS)
 
Barbara Guimarães (Estagiária)
Leandro Malavota
Louise Veloso (Estagiária)
Luigi Bonafé
Pedro Monteiro (Estagiário)
Vera Abrantes

 

Layout e alimentação do conteúdo online

 
Gerência de Serviços Online (CDDI/GEON)
 
Hugo Setta
João Carlos de Melo Rodrigues
Regina Iafa Reznik
Tarsus Magnus Pinheiro


Fontes Consultadas

 

Arquivos


Acervo ASSIBGE-SN/Núcleo Canabarro – Rio de Janeiro (RJ)
Acervo Fotográfico IBGE (CDDI/COMAR) – Rio de Janeiro (RJ)
Acervo Fotográfico IBGE (CDDI/GEBIS) – Biblioteca Isaac Kerstenetzky, Rio de Janeiro (RJ)
Acervo Memória IBGE (CDDI/GEBIS) – Biblioteca Isaac Kerstenetzky, Rio de Janeiro (RJ)
Biblioteca Nacional – Centro de Referência e Difusão/Coordenadoria de Publicações Seriadas

Bibliografia


ALMEIDA, Roberto Schmidt de. A Geografia e os geógrafos do IBGE no período 1938-1998: uma relação entre documento e memória. 2000. 634 f. Tese (Doutorado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 2v. Orientadora: Lia Osório Machado. Disponível em: <http://www.robertoschmidt.ggf.br/publicacoes/downloadpdf.php?arquivo=tese_doutorado>. Acesso em: maio 2012.
GONÇALVES, Jayci de Mattos Madeira. IBGE: um retrato histórico. Rio de Janeiro: IBGE, Departamento de Documentação e Biblioteca, 1995. (Documentos para Disseminação. Memória Institucional, 5). Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/monografias/GEBIS%20-%20RJ/ColecaoMemoriaInstitucional/05-IBGE%20-%20Um%20retrato%20Historico.pdf>. Acesso em: jan. 2013.
IBGE. Diretoria de Geociências. Relatório "Ajustamento da rede planimétrica do Sistema Geodésico Brasileiro", jul. 1996. Disponível em: <ftp://geoftp.ibge.gov.br/rede_planialtimetrica/relatorio/rel_sad69.pdf>. Acesso em: maio 2012.
MACIEL, Maria Ivone Costa e Silva; BESERRA, José Damião Pinto et al. Memória Institucional da Unidade Estadual do IBGE no Pará. Pará: IBGE, UE/PA-SDI, 2011. 38 f. (mimeo)
PENHA, Eli Alves. A criação do IBGE no contexto da centralização política do Estado Novo. Rio de Janeiro: IBGE, CDDI, 1993. (Documentos para Disseminação. Memória Institucional, 4). Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/monografias/GEBIS%20-%20RJ/ColecaoMemoriaInstitucional/04-A%20Criacao%20do%20IBGE.pdf>. Acesso em: jan. 2013.
SENRA, Nelson de Castro. História das estatísticas brasileiras. Rio de Janeiro: IBGE, 2008. v. 3. Estatísticas organizadas (c.1936-1972). Prefácio por Angela de Castro Gomes. Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/monografias/GEBIS%20-%20RJ/liv31573/Historia%20das%20estatisticas%20brasileiras%20v03.pdf>. Acesso em: jan. 2013.
_______. História das estatísticas brasileiras. Rio de Janeiro: IBGE, 2008. v. 4. Estatísticas formalizadas (c.1972-2002)". Prefácio por Gilberto Hochman. Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/monografias/GEBIS%20-%20RJ/liv31573/Historia%20das%20estatisticas%20brasileiras%20v04.pdf>. Acesso em: jan. 2013.

Sites


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística