Núcleo virtual da Rede de Memória do IBGE. Divulga publicações, vídeos, instrumentos de pesquisa, sínteses históricas, depoimentos e demais produtos de memória empresarial construídos pelos servidores do IBGE

Presidente do IBGE: 1967-1970

Filho de João Baptista de Mello Ayres e Maria José de Aguiar, nasceu na cidade de Piracicaba (SP), no dia 26 de abril de 1914, tendo sido registrado na cidade de Rio das Pedras (SP), onde iniciou seus estudos.

Sebastião Ayres era um autodidata. Diplomado professor pela Escola Normal Oficial de Pirassununga (SP), sem formação superior, exerceu o magistério secundário em Piracicaba (1933-1941), lecionando História e Matemática.

Como secretário da Prefeitura Municipal de Piracicaba (1938-1942), colaborou para a realização do Recenseamento Geral de 1940 em sua cidade. Ao final da coleta, elaborou um amplo relatório apontando as ocorrências verificadas na operação censitária, tendo recebido, por este motivo, um convite para ingressar na Secretaria-Geral do Conselho Nacional de Estatística (1942-1956), onde ocupou cargos de chefia e direção, tais como chefe da Seção do Anuário Estatístico, do Censo Demográfico de 1950, do Serviço de Documentação e Informações Estatísticas, e diretor de Levantamentos Estatísticos da Secretaria-Geral do CNE. Participou de várias Comissões e Grupos de Trabalho: membro da Comissão de Planejamento Censitário, ligada ao Recenseamento Geral de 1950 (1947-1949), membro do Grupo de Trabalho criado pelo governo da República (1966) para estudar a formulação do Plano Nacional de Estatísticas Básicas.

Presidente do IBGE nos períodos de 04 de abril de 1967 a 05 de setembro de 1967 e 06 de setembro de 1967 a 24 de março de 1970, pela primeira vez um funcionário de carreira chegava à presidência do IBGE. Em seu discurso de posse, anunciou novos tempos: a transformação do Instituto em Fundação, e, consequentemente, a extinção dos Conselhos Nacionais de Estatística e de Geografia. Nomeado presidente da Fundação IBGE, em 16.08.1967, aprofundou importantes estudos ligados às questões sobre território, redes urbanas e processo de industrialização. Destaca-se, desse período, a criação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD, cujas investigações tiveram início no segundo semestre de 1967.

Sebastião Aguiar Ayres faleceu em Piracicaba (SP), no dia 16 de setembro de 2011.


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística