Núcleo virtual da Rede de Memória do IBGE. Divulga publicações, vídeos, instrumentos de pesquisa, sínteses históricas, depoimentos e demais produtos de memória empresarial construídos pelos servidores do IBGE

Presidente do IBGE: 1961-1961

Filho de Francisco Xavier Júnior e de Maria da Silva, nasceu em Areia (PB), no dia 20 de abril de 1894. Bacharelou-se pela Faculdade de Direito de Recife, em 1918. Especializou-se, posteriormente, em Ciências Estatísticas e Administração.

Rafael Xavier exerceu importantes cargos, como diretor de Estatística do Estado de Pernambuco (1927-1931) e do Ministério da Agricultura (1933-1937); diretor de Divisão do Departamento Administrativo do Serviço Público (1938-1942); diretor do Serviço Nacional de Recenseamento do IBGE; diretor do Serviço de Economia Rural do Ministério da Agricultura (1942-1949); secretário-geral do Conselho Nacional de Estatística (1949-1951); diretor-executivo da Fundação Getúlio Vargas (1952); e membro do Conselho Econômico da Confederação Nacional da Indústria (1959), do Instituto Interamericano de Estatística, do Instituto Internacional de Estatística e do Comitê do Censo das Américas. Destacou-se, também, como um ativo colaborador do estatístico Mário Augusto Teixeira de Freitas, que idealizou, planejou e organizou a estatística brasileira.

Rafael Xavier foi um líderes do municipalismo no Brasil. Em 1945, após exaustiva peregrinação por todo território nacional, visitando inúmeras cidades das regiões brasileiras, conclamou as autoridades responsáveis a se unirem em um empreendimento voltado para o desenvolvimento e valorização dos municípios. No dia 15 de março de 1946, foi instalada, no Rio de Janeiro, a Associação Brasileira de Municípios, tendo à frente de sua comissão organizadora, Rafael Xavier, então diretor técnico do Serviço Nacional de Recenseamento.

Presidente do IBGE no período de 10 de fevereiro a 9 de novembro de 1961, Rafael Xavier foi nomeado por Jânio Quadros. Tomou posse em 10 de fevereiro de 1961. Em 09 de novembro do mesmo ano, foi exonerado do cargo, pelo presidente João Goulart.

Rafael da Silva Xavier faleceu no Rio de Janeiro, no dia 16 de janeiro de 1982.


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística