Núcleo virtual da Rede de Memória do IBGE. Divulga publicações, vídeos, instrumentos de pesquisa, sínteses históricas, depoimentos e demais produtos de memória empresarial construídos pelos servidores do IBGE

Dividida em 4 volumes, a obra do ibgeano Nelson Senra resulta de um intenso e detalhado trabalho de pesquisa acerca da produção de informações estatísticas no Brasil, sob o viés da Sociologia das Estatísticas.

O primeiro volume abrange o período imperial (1822-1889), durante o qual se conforma uma crescente demanda por informações estatísticas, embora a oferta de serviços de tal natureza não fosse capaz de supri-la. O segundo volume aborda o período compreendido entre a proclamação da República e a criação do IBGE (1889-1936), lançando luzes sobre o processo de legalização das estatísticas no país. O terceiro volume, lançado em 2008 - dois anos depois de seus antecessores -, trata do tempo de atuação do IBGE até a sua transformação em instituição de pesquisa, tomando como recorte cronológico o interstício 1936-1972. Já o último volume, lançado em 2009, investiga o período em que a elaboração de estatísticas no Brasil ganha formalidade científica, entre os anos de 1972 e 2002.

História das Estatísticas Brasileiras é, portanto, obra de referência em seu campo temático, sendo considerada leitura obrigatória para os pesquisadores nele inseridos. Foi publicado também um volume que apresenta a síntese condensada dos 4 volumes da obra, intitulado Uma breve história das estatísticas brasileiras (1822-2002) - e igualmente disponível para download gratuito em formato .PDF, conforme lista a seguir:


© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística