Núcleo virtual da Rede de Memória do IBGE. Divulga publicações, vídeos, instrumentos de pesquisa, sínteses históricas, depoimentos e demais produtos de memória empresarial construídos pelos servidores do IBGE

 

 


Dorá Americano Lessa de Vasconcellos (1929-    ), nasceu no Rio de Janeiro (RJ) no dia 12 de maio de 1929. Ingressou no IBGE em 1954 como assistente social, carreira que possibilitou sua participação na implantação da creche para as servidoras e da organização do serviço social (1954), assim como de sua reestruturação nas décadas de 1960 e 1970. Ocupou, entre outros cargos, o de Diretora-executiva da Campanha Ibgeana contra a Tuberculose, marcando sua gestão pela liderança o que resultou na criação da Sociedade Ibegeana de Assistência e Seguridade (SIAS), onde veio a ser Diretora-superintendente. Chefiou, também, o Departamento de Bem-estar da Superintendência de Recursos Humanos, da Diretoria de Administração. Aposentou-se em 1991.

 

Veja o clipe com trechos selecionados da entrevista:

 

Se não conseguir visualizar o clipe da entrevista na janela abaixo, clique aqui.

 

 

Ver ficha técnica

Nome: Dorá Americano Lessa de Vasconcellos

Área de Atividade: Serviço Social

Depoimento realizado no contexto do Projeto de História Oral. Integra o Sistema de Preservação e Disseminação da Memória Institucional e tem por objetivo reconstituir o processo de formação e evolução do IBGE.

Data: 10/09/2002

Local da gravação: IBGE/CDDI – Rio de Janeiro (RJ)

Duração: 120 min

Dados biográficos do depoente

Nome completo: Dorá Americano Lessa de Vasconcellos

Nascimento: Nova Friburgo (RJ) - 12/05/1929

Data de entrada no IBGE: 1954

Data de saída ou aposentadoria: 1991 (aposentadoria)

Formação ou cargo: Serviço Social

Principais atividades: Chefe do Departamento de Bem-Estar da Superintendência de Recursos Humanos; Diretora-executiva da Campanha Ibgeana contra a Tuberculose; Diretora-superintendente da SIAS

Equipe

Levantamento de dados: Francisco Jose Queiroz Freire; Roberto Schmidt; Vera Abrantes

Elaboração do roteiro: Francisco Jose Queiroz Freire; Roberto Schmidt; Vera Abrantes

Entrevistadores: Francisco Jose Queiroz Freire; Roberto Schmidt de Almeida; Vera Abrantes

Gravação: Roberto Schmidt; Vera Abrantes

Sumário: Francisco Jose Queiroz Freire

Copidesque do sumário: Helena Bezerra Torelly; Vera Abrantes

Indexação: Helena Bezerra Torelly; Vera Abrantes

Assuntos:

  • serviço social;
  • Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade (SIAS);
  • Feira Nacional da SIAS (FENASI);
  • creche para filhos de funcionárias;
  • Campanha Ibgeana contra a Tuberculose;

Sumário do depoimento:

  • Origem familiar e formação acadêmica;
  • o trabalho na clínica de reumatologia e na Santa Casa de Misericórdia;
  • o ingresso no IBGE em 1954 e o serviço social médico;
  • a Campanha Ibgeana contra a Tuberculose e sua transformação na Sociedade Ibgeana de Assistência Social – SIAS – (1964/1974);
  • a questão do bem-estar social dos servidores na gestão de Isaac Kerstenetzky (1970/1979) e as formas de participação do IBGE na SIAS;
  • o trabalho desenvolvido na SIAS enquanto Diretora-superintendente;
  • a organização da I Feira Nacional da SIAS – FENASI – em 1978;
  • a mudança do IBGE para fundação e a passagem dos servidores do regime estatutário para a CLT (1967/1973);
  • a transformação da SIAS com a criação da área de seguridade relativa, a suplementação de aposentadorias e o novo papel desempenhado pelo IBGE enquanto fundação;
  • a chefia do Departamento de Bem-estar e a participação no Conselho Administrativo da agora denominada Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade – SIAS;
  • a criação do plano de saúde da SIAS com os recursos oriundos da área de assistência social;
  • a relação dos dirigentes da Sociedade Ibgeana antes e depois da criação da área de seguridade;
  • a implantação do serviço social no IBGE a partir de 1954;
  • a reestruturação do serviço médico em 1966 e a transformação do Serviço Social em Serviço de Assistência Médico-odontológica Social – Samos ;
  • a separação posterior do serviço médico do serviço social com a criação do Departamento Assistencial da Secretaria Geral do Conselho Nacional de Estatística – CNE;
  • a criação e reestruturação da creche no IBGE;
  • a instalação do restaurante na sede; a criação do Departamento Médico e do Bem-estar da Superintendência de Recursos Humanos da Diretoria de Administração com a reestruturação do IBGE em fundação;
  • a reciclagem de pessoal da área de recursos humanos em função da implantação de regime celetista;
  • a instalação do serviço social nas unidades regionais;
  • a fase assistencial da ASSIBGE;
  • os convênios do IBGE com o INPS;
  • a chefia do Departamento de Bem-estar da SIAS em 1991;
  • a relevância das funções do serviço social para o mundo do trabalho;
  • a I FENASI enquanto fator de integração ibgeana;
  • as festas de fim de ano no IBGE;
  • o contexto da aposentadoria.

© 2017 IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística